E-mail marketing eficaz

É claro que todo mundo deseja fazer um e-mail marketing eficaz, nem sempre conseguimos isso. Mas seguindo apenas alguns passos é possível melhorar o nosso processo e alcançar melhores resultados. Vamos ao que interessa.

Melhores práticas

  • Coleta e aquisição: Lembre-se que não é só no site que você pode coletar e-mails, se tiver uma loja física pode armar alguma ação permanente para solicitar e-mails, se puder dar um desconto na loja para auxiliar isso faça! E se puder diferenciar a coleta online da coleta offline faça isso e depois meça o resultado, já começa aí algum tipo de segmentação.
  • Manutenção da lista: Lembre-se que não adianta somente fazer a lista crescer. Manter a base ativa e engajada é tão importante quanto. E ao saber que uma base pode envelhecer e perder até 25% dos e-mails por ano, é bom cuidar.
  • Cuide dos seus e-mails: Eles são um enorme ativo. Se você vende muito a partir dos seus envios de e-mail marketing ainda é mais importante. Lembre-se que não adianta somente vender, acrescentar aos seus procedimentos sempre perguntar se houve alguma alteração, se os dados estão corretos ajuda. Também ao sugerir que usuários cadastrem seus e-mails lembre-se de pedir e-mails pessoais, e-mails corporativos em sua maioria devem ser evitados.
  • Se sua base for muito pequena, pegue o telefone: Sim, isso mesmo. Se tiver poucos clientes e tiver os dados, que tal ligar? Isso pode dar outra ideia do quanto você se preocupa e criar uma nova percepção aos clientes quando realmente começarem a receber seus e-mails, eles até vão comentar sobre isso com os amigos!
  • Planeje antes de enviar: Parece óbvio ou básico, mas planeje suas ações, o mês todo pelo menos. Faça um calendário não só das datas de envio mas do material, conteúdo e do tipo de oferta que será enviada. Deixe a empresa de prontidão (e informe antes aos seus colaboradores) que vai enviar o e-mail com determinado assunto. Envie a eles também, peça ajuda, dali podem surgir boas idéias para seus próximos envios.

A peça de e-mail propriamente

  • Código decente: Se não souber fazer, se não tiver quem faça na sua empresa, e se seu fornecedor de e-mail marketing não disponibilizar nada que fique a cara da sua empresa depois de personalizado, utilize algum template vendido por empresas especializadas.
  • Responsivo: Não tem o que discutir, mais de 50% das primeiras aberturas são feitas no dispositivo mobile. Vá fazer certo da primeira vez, pode não ter a segunda vez. Então o envio tem que ser responsivo e ficar bonito e agradável ali!
  • Utilize material profissional: Sim, não só o template de HTML, mas as fotos. Você mesmo pode produzir suas fotos. Se não puder utilize bancos de imagens com coisas que pareçam mais profissionais. Nem é muito caro não (se for em banco de imagens pago) e o resultado é assustadoramente melhor.
  • Utilize profissionais: Existem empresas especializadas em criar peças de e-mail marketing, se tiver que ser desta forma faça!
  • Utilize call to action: Sim, faz o e-mail bonito que não tem nenhum link claro e aparente, qual será o resultado? Tenha claramente ao menos um call to action que remeta ao ponto de conversão, normalmente seu site ou landing page. E aqui é o ponto, coloque o link que permitirá a você depois medir o resultado do envio. Se todos os links remetem a página principal do seu site como você vai saber depois o que é o que? Qual será o resultado do envio comparado com o acesso normal ao seu site? Se enviar tem que medir!
  • Vá testar: Não tem jeito, teste ao menos o envio para todos os provedores gratuitos, olhe no celular e olhe na web. Não vai ficar perfeito em 100% dos locais, mas deve ficar perfeito onde está pelo menos a maioria dos seus destinatários. Se 60% é e-mail do Hotmail ali pelo menos tem que funcionar adequadamente certo?

Encante o destinatário

  • Melhore a oferta: Sempre que puder dar um desconto diferente para quem recebe seus e-mails faça! É preciso que a vantagem de receber seus e-mails seja facilmente percebida. Isso com o passar do tempo vai manter o engajamento e o interesse.
  • Aumente o bônus: Se ele se cadastrou para receber seus e-mails não faz sentido que receba o mesmo desconto ou vantagem de alguém que não o fez certo? Então tenha isso em mente quando oferecer descontos, faça diferente no online e no offline. Com o tempo isso vai se reverter em boa reputação para você. Se não puder dar descontos diferentes dê um brinde para quem compra a partir do seu e-mail marketing pelo menos.
  • Faça ele se sentir exclusivo: Faça com que ele receba um e-mail que pareça exclusivo, se não personalizar ao menos faça com que o e-mail dará vantagens sobre pessoas que não o recebem.
  • Torne a coisa pessoal: Sempre puxe pelo lado pessoal, além da personalização se tiver dados e puder oferecer ofertas baseado no histórico de compras um tanto melhor! Mas sempre lembre ao usuário o quanto ele é importante, e o que a sua marca fez para chegar até este ponto, ele vai gostar e os resultados serão mais interessantes para você.

Cuide da entregabilidade

  • Não preciso lembrar que base de e-mails não deve ser comprada, alugada, emprestada ou “encontrada”. Só deve ser construída através da coleta adequada nos seus canais online e offline e mediante mecanismos de controle como double opt-in.
  • Spamtraps e honeypots: Este é o pior cenário. Só pode ser evitado mediante double opt-in e constante limpeza de base (através dos seus envios e de uma boa ferramenta de envio). Dois e-mails deste tipo na sua base podem literalmente acabar com seus esforços de envio de e-mails.
  • Número excessivo de denúncias: É importante lembrar que base que leva a um quantidade acima de 3% de denúncias a cada envio vai levar a bloqueios severos por parte dos provedores. Então tenha em mente isso, envie somente o que você disse que ia enviar somente para a base que se cadastrou originalmente para receber seus e-mails!
  • Grande quantidade de bounces: Também importantes, se ultrapassarem 10% num simples envio alguma coisa está errada. Investigue e argumente com seu provedor de envios caso isso tenha acontecido de uma hora para outra. De tempos em tempos remova os inativos (marque para não receberem), a cada 6 meses pelo menos.
  • Engajamento: Provedores como o Gmail e Hotmail analisam muitos dados para medir engajamento dos seus envios e permitir que seus e-mails cheguem na caixa de entrada, respeite e sempre corra atrás do engajamento da sua base.

Utilize as ações negativas em seu benefício

  • Descubra algo no opt-out: É o momento de perguntar, se você nunca fez isso antes, talvez nesta hora receba o feedback mais sincero de todos. Pergunte e esteja pronto para ouvir a verdade.
  • Ao fazer reengajamento faça uma pesquisa: Quem sabe descobrirá interesses ocultos da sua base? Quem sabe além de produtos eles querem casos de uso e dicas de como usar?
  • Se despeça, seja educado: Sim, neste momento ao receber o descadastro agradeça pelo tempo que ele ficou recebendo, e o quanto ele foi importante, funciona, é adequado, e pode gerar um novo cadastro no futuro.
  • Não abandone o usuário após o e-mail de boas vindas: Parece incrível mas acontece. Eu mesmo que mantenho diversos blogs cometo esse pecado as vezes, não tenho uma agenda de envio adequada em todos os meus blogs. Não faça isso, mantenha a regularidade, ela é fundamental para a melhor entrega dos seus e-mails.

Os envios

  • Mantenha a regularidade: Como falei anteriormente, importante manter alguma frequência de envio. As vezes as empresas demoram tanto a enviar que o usuário esqueceu que tinha se cadastrado, não só remove o e-mail da sua lista como ainda denuncia você por estar fazendo SPAM. Isso ocorre o tempo todo.
  • Não seja chato, segmente: Se eu sou homem, não devo receber ofertas de absorvente com abas certo? Posso ter exagerado no exemplo mas é por aí. Você precisa segmentar, se não tiver esses dados na hora do envio comece a coletar. Sua ferramenta de envios pode ajudar.
  • Se qualquer um receber a mesma oferta na loja física, qual a vantagem? Também comentei já, dê uma vantagem para ele receber seus e-mails. Isso tem que ser claro!
  • Abuse do teste A/B: Aqui o mínimo que você pode fazer é colocar dois assuntos diferentes pelo menos (se não puder fazer duas versões da sua peça) e ver o resultado disso. Não só é viciante como você não vai conseguir viver sem isso depois de utilizar. Verifique com sua ferramenta de envio como fazer.
  • E o enviador: É parte fundamental da sua estratégia de envios. Sempre monitore de cima os seus resultados e cobre da empresa que faz seus envios – caso você faça tudo de acordo com as regras – melhores resultados de entrega sempre que achar que tem algo errado.
  • Envie no melhor horário: Falo isso para lembrar que cada nicho tem suas particularidades. Você deve ter em mente os seus melhores horários de envio (se não tiver pode analisar relatórios da ferramenta de envio e aprender um pouco sobre os hábitos da sua base). Lembrando que dependendo da ferramenta utilizada o envio pode sair bem depois do que você programou, fique atento.

Infográficos

10-easy-ways-to-improve-your-email-open-rates campanhas de email marketing ccLoop_email_irritations_final Email-Marketing-Cheat-Sheet how to make email marketing successful

E depois?

  • Meça tudo, olhe os números! De nada adianta enviar, enviar, enviar, mesmo que a caixa registradora esteja fazendo barulho, sem conferir o que está funcionando e o que não está. Além dos dados dos relatórios da sua ferramenta de envio crie sua planilha, crie um método, colete seus dados e preencha sua planilha alguns dias após a ação para ter números consolidados.
  • Quais suas métricas de sucesso?  Saiba qual é sua métrica de sucesso. É vender mais? É aumentar base? É diminuir o descadastramento? Acompanhe pela sua planilha e verifique se está atingindo os objetivos planejados.

E não tenha medo de pedir ajuda, sua empresa de envios deve ter materiais valiosos para você ler e aprender um pouco, então mãos a obra.

Photo credit: BryonLippincott via Foter.com / CC BY-ND

Gustavo Tagliassuchi

Velha ave de rapina, estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, profundo admirador do WordPress, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto e corredor muito muito amador.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *