Personalização no e-mail marketing

Quando falamos em personalização no e-mail marketing muita gente se apavora.

Imagina que irá precisar de diversos sistemas integrados, gerando constantes fluxos de dados, onde outros sistemas especializados irão coletar, analisar e fornecer dados processados, para então no final uma equipe de 100 pessoas trabalhar nos resultados e utilizar os mesmos em algum tipo de campanha muito muito cara, demorada e que vai demandar tempo e investimento para ser feita.

Entenda que simplesmente a cada envio de e-mail marketing que você faz, há uma grande quantidade de dados sendo gerada pelos destinatários e processada pela sua ferramenta de envio, pelo menos.

Mesmo que da forma mais simples é possível sim começar a utilizar esses dados com objetivo de personalizar seus envios e melhorar taxas de abertura, CTR e os resultados das suas campanhas de e-mail marketing.

Se você tem dados adicionais além de e-mail, como nome, sexo, pode começar a ensaiar alguma personalização básica. Pode a partir dos dados de cliques começar a segmentar seus usuários por possíveis interesses, e então personalizar mais seus e-mails por tais interesses.

Se tiver dados sobre compras e hábitos de consumo ótimo! Quanto mais personalização maior o impacto e o resultado.

E com o tempo você terá informações muito mais relevantes, enviando por sua vez conteúdos com mais afinidade/interesse, e obtendo assim melhores resultados em cada ação.

Veja que estou utilizando uma abordagem de personalização muito simples aqui, o objetivo é fomentar o interesse pelo assunto por quem ainda não faz nenhum tipo de personalização de envio.

Mas lembre-se que também estamos em tempos de super utilização de personalização do tipo nome do usuário na linha do assunto, então vá com calma, somente isso não funciona mais como costumava funcionar. Personalize de maneira sutil, possivelmente o resultado seja melhor.

Outra abordagem que está sendo utilizada é a de em tempo real, por exemplo o usuário clica agora em um determinado link da sua peça que foi enviada a alguns dias atrás, e sua ferramenta já envia uma ação baseada nisso, personalizada para ele.

Então a personalização aliada ao momento tende a trazer resultados ainda melhores nas suas ações. Normalmente aumenta 76% a conversão!

Então baseado no que você leu, pense, Joana, 21 anos, realmente deve receber o mesmo conteúdo que João, 57 anos? Lembre-se que a personalização permite tudo, trocar o nome, trocar partes do conteúdo, trocar uma imagem, o limite além da sua imaginação é a limitação da sua ferramenta de envios.

Imagine programar um código de desconto para alguém que visualizar sua mensagem mais de X vezes em Y dias? São gatilhos ou triggers, que funcionam muito bem combinados a personalização.

Todas as ações acima sugeridas são relativamente simples de serem implementadas. Tente desenhar como você poderia melhorar seus envios utilizando personalização. Creio que os resultados valem o estudo!

E como  começar a fazer personalização?

É preciso reorganizar sua base, colher novos dados se não existirem e utilizar os mesmos para gerar mais resultados. Porém toda a empresa terá que estar engajada nessa tarefa, lembre-se que pelos menos algumas coisas terão que ser revistas:

  • Formulários e campos de entradas de dados
  • Integrações com sistemas
  • Coletar dados como idade
  • Localização geográfica
  • Cargo / tamanho da empresa
  • Interesses
  • Dados de compras passadas
  • Informação se é prospect ou cliente

E coisas deste tipo. Claro que a cada envio você pode refinar através dos links clicados, localização do usuário, etc, e intuir algum conhecimento a partir disso, sempre ajuda, mas o melhor é coletar diretamente com o usuário ou com outros sistemas que já tenham tais informações.

Mas e o que eu ganho com isso?

Bem, acho que tudo! Sua empresa passará a conhecer melhor seu cliente / prospect, vai entender seus hábitos, vai melhorar suas taxas de vendas e conversões, vai poder fazer melhor o cross-sell e upsell, vai otimizar suas campanhas e aumentar suas vendas.

E para fechar

A personalização no e-mail marketing traz resultados fantásticos. Empresas pequenas competem com grandes empresas utilizando essa técnica pois tem mais facilidade para testar e descobrir o real valor da personalização.

Este texto não tem o objetivo de aprofundar o assunto, apenas instigar seu interesse.

É importante lembrar que temos sempre os aspectos positivos e negativos de cada nuance do e-mail marketing, e com relação a automação é fundamental esclarecer que mesmo com todos os benefícios citados acima, você e sua equipe terão muito trabalho adicional para organizar materiais segmentáveis, então o equilíbrio se faz importante neste momento.

Você pode escolher coletar mais dados e ir personalizando aos poucos, para entender e conseguir se organizar nesse mar de dados.

Photo credit: Leo Hidalgo (@yompyz) via Foter.com / CC BY-NC

Gustavo Tagliassuchi

Velha ave de rapina, estudioso da web e seus desdobramentos, nerd, micreiro, pai dedicado de três filhos (um é peludo), marido esporádico, empreendedor, especialista em desenvolvimento de software para web, pesquisador, escritor, professor, marketeiro digital, blogueiro, apreciador de cervejas artesanais, profundo admirador do WordPress, ouvinte das músicas dos anos 80, sobrevivente do colesterol alto e corredor muito muito amador.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *